Central de ajuda

SOBRE A E-LINK

Com mais de 17 anos de atuação, a e-Link Contabilidade é reconhecida por seus serviços contábeis em empresas do estado de São Paulo e Rio de Janeiro, e agora apresentamos um novo conceito no sistema de contabilidade online, voltado para os autônomos, micro, pequenos e médio empreendedores.

Com uma equipe de profissionais experientes, treinados e habilitados, o atendimento a cada cliente é feito por contadores devidamente registrados pelo CRC (Conselho Regional de Contabilidade), temos especialistas com competência comprovada em diversos assuntos econômicos e tributários, que podem apoiar sua empresa com a melhor solução contábil, sempre respaldada por princípios éticos e normas técnicas.

Nossa assessoria desenvolve um trabalho minucioso de análise técnica das áreas fiscal, tributária e trabalhista para pessoa física ou jurídica (empresas, terceiro setor, autônomos e profissionais liberais).
Sim, não é maravilhoso?

Abrimos sua empresa sem nenhum custo contábil, a única coisa que você precisa pagar são as taxas municipais e estaduais obrigatórias e aderir ao contrato de 12 meses (mas fique tranquilo, com a e-link você economiza ainda mais com contabilidade), quer ver?
Existem várias vantagens em contratar a e-link para fazer a gestão contábil da sua empresa:

- Agilidade: Nosso sistema é online e responsivo, podendo ser utilizado a partir de qualquer dispositivo conectado
- Disponibilidade: Você acessa suas informações sempre que quiser e elas estão ao alcance da sua mão
- Confiabilidade: Nossos contadores validam todas as informações que você envia ao sistema, evitando assim qualquer falha na sua contabilidade
- Segurança: Os dados são criptografados e com redundância quadrupla de backup, assim seus dados ficam seguros e livres de ataques
- Custo: Nossos custos são muito abaixo dos praticados no mercado.
reparamos seu contrato social, requerimentos da junta comercial e prefeitura e você faz a parte burocrática. Mas não se preocupe, te ajudamos em todo o processo. Caso surjam dúvidas, nossos contadores estão prontos para ajudar. Seu CNPJ legalizado. Ou se preferir, ajudamos com todos os detalhes: escolha do melhor regime tributário, atividade da empresa, CNAE, tipo de sociedade, toda a documentação e acompanhamos o processo na junta comercial e prefeitura. Sua empresa legalizada pronta para operar no menor prazo possível, neste caso, converse com a gente e podemos te ajudar qual a melhor forma de proceder.

Voce não pagará os honorários da contabiliade, pagará somente os encargos dos orgãos públicos, que não são padronizados e variam de acordo com o estado e o município onde voce está abrindo a sua empresa.
Se o seu faturamento anual não ultrapassar até R$ 4,8 milhões e se as atividades que você deseja escolher para sua empresa estiverem entre as atividades permitidas pelo Simples, você pode optar pelo Simples Nacional. Se você já é sócio de alguma empresa, existem certas restrições – consulte-nos e poderemos informar melhor. Também existem alguns casos de empresas que não podem optar pelo Simples, como:

- Empresas que são abertas como sócias de outras empresas;
- Empresas que estão em débito com a Receita ou com o governo;
- Outros casos específicos.
Depende de prefeitura para prefeitura, mas as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, permitem, caso o negócio em questão seja uma empresa prestadora de serviços e sem funcionários e sem atendimento ao público. Uma opção para quem precisa de um endereço para a empresa e não tem tem muito a gastar é optar por um Coworking ou por um escritório virtual em sua cidade.
Serviços contábeis básicos já incluídos no valor de mensalidade mínima da e-Link Contabilidade Online. Obrigações legais 100% incluídas na mensalidade.

- Empresa do Simples nacional: Receita Federal e Prefeitura – DEFIS, SEFIP e RAIS;
- Empresa de Lucro presumido: Receita Federal e Prefeitura – ECD, ECF, SEFIP, RAIS, DCTF;
- Emissão de guias para pagamento de impostos;
- Escrituração contábil;
- Relatórios contábeis – DRE, Balanço Patrimonial, Balancete e Livro Diário;
- Pró-labore dos sócios;
- Folha de pagamento.
Para saber os valores, entre em contato com nossos consultores ou em nossos canais de atendimento. Em geral, os valores pode você ter nossa assessoria online em contabilidade é a partir de 199,90 reais e se você for MEI – Micro Empreendedor Individual a partir de 109,90 reais por mês, mas os valores podem variar de acordo com o tamanho e complexidade da sua empresa e ainda variam de acordo com o regime tributário (Simples ou Lucro Presumido), quantidade de sócios com Pró-labore e funcionários.

Se preferir, ligue-nos agora mesmo e nós tiramos todas as suas dúvidas, fone – (12) 3322-9398

Clique no link abaixo e faça agora mesmo sua simulação de custos:

ABRIR EMPRESA GRÁTIS
TRANSFERIR EMPRESA
Você será atendido por um contador que estará ciente de toda a sua situação contábil. Toda vez que você entrar em contato, nossa equipe, que conhece seu histórico e necessidades, irá dar todo o suporte que você precisa para deixar sua empresa 100% regularizada. O atendimento é feito por telefone, Skype, Chat, WhatsApp e pelo telefone (12) 3322-9398. O atendimento é rápido e descomplicado.
A E-link atende a todas as Cidades do Brasil. Se você tiver dúvidas se sua cidade é atendida, consulte-nos ou clique aqui.
As empresas devem ter certificado digital (eCNPJ) para trabalhar com contabilidade online, para entrega das obrigações legais.
Empresário(empresa Individual)
Um único sócio, onde a responsabilidade fiscal recai sobre a PF, o Capital Social é livre, poderá colocar o valor que desejar e não existe restrições quanto a quantidade de funcionários.

LTDA
2 ou mais sócios, Capital social também pode colocar o valor que desejar (valor esse que é normalmente o valor investido na empresa), a responsabilidade fiscal/contábil da empresa é limitada ao valor do Capital Social.

EIRELI
Um único sócio, a responsabilidade fiscal é limitada ao montante do Capital Social que é obrigatório ser de 100 salários mínimos (hoje o valor de R$ 93.700,00).
ME
Micro empresa, o limite de faturamento anual é de R$ 360.000,00

EPP
Empresa de pequeno porte, com limite de faturamento anual de R$ 4.800.000,00
– Relação de documentos necessários para abertura de empresa.
– 1 cópia do RG dos sócios
– 1 cópia do CPF dos sócios
– 1 cópia do comprovante de endereço dos sócios
– 1 cópia da certidão de casamento dos sócios
– 1 cópia do documento de posse do imóvel (escritura ou contrato de locação)
– 1 cópia simples do carnê do IPTU
– 1 cópia simples do Habite-se
– Carteira de Motorista (CNH), não é aceito.
– Relação de documentos necessários para abertura de empresa.
– 1 cópia do RG dos sócios
– 1 cópia do CPF dos sócios
– 1 cópia do comprovante de endereço dos sócios
– 1 cópia da certidão de casamento dos sócios
– 1 cópia do documento de posse do imóvel (escritura ou contrato de locação)
– 1 cópia simples do carnê do IPTU
– 1 cópia simples do Habite-se
– Carteira de Motorista (CNH), não é aceito.
O processo de emissão do CNPJ leva em média 10 dias, e para conclusão de todo o processo de abertura de empresas leva de 30 a 45 dias, senão houver necessidade de emissão de alvarás, do tipo: CETESB, Vigilância Sanitária, entre outros… lembrando que tudo parte da entrega completa da documentação necessária e os prazos dependem do local de abertura no Brasil (utilizamos valores médios).

FISCAL

Recomendamos sempre a emissão de notas fiscais, ela faz parte da base de cálculo para apuração dos impostos.
Em pouquíssimos casos sim, a grande maioria das empresas está obrigada a emissão de notas fiscais eletrônicas.
A receita bruta anual (de janeiro a dezembro) do MEI não poderá ultrapassar R$ 81.000,00.
Caso o MEI se formalize no decorrer do ano, a receita bruta de R$ 81.000,00 será proporcional aos meses após formalização.

Por exemplo: 81.000,00 / por 12 meses = 6.750,00 por mês.
Logo, se uma empresa for registrada em abril, a receita bruta não poderá ultrapassar R$ 60750.000,00 (6.750,00 x 9 meses = 60.750,00).
A receita bruta anual (de janeiro a dezembro) da ME não poderá ultrapassar R$ 360.000,00.
A receita bruta anual (de janeiro a dezembro) da EPP não poderá ultrapassar R$ 4.800.000,00.
Nesse caso temos duas situações:

1ª) o faturamento foi maior que R$ 81.000,00, porém não ultrapassou R$ 97.200,00. Nesse caso o seu empreendimento perde o tratamento diferenciado referente a dispensa de obrigações acessórias, a partir de 1° de janeiro do ano-calendário subsequente ao da ocorrência do excesso. A diferença dos tributos deve ser recolhida sem acréscimos no vencimento referente ao mês de janeiro do ano subsequente, conforme os percentuais previstos aos anexos a que a atividade se enquadrar, e no caso do ICMS e ISS se for contribuinte, conforme a tabela de enquadramento a que estava sujeito.

2ª) o faturamento foi superior a R$ 97.200,00. Nesse caso o seu empreendimento perde o tratamento diferenciado referente a dispensa de obrigações acessórias, a partir do mês subsequente ao da ocorrência do excesso. Nesse caso o enquadramento no Simples Nacional é retroativo a janeiro do próprio ano-calendário e o faturamento deve ser informado no PGDAS-D, para cálculo e a diferença ser recolhida, com os acréscimos legais, caso permaneça no regime do Simples Nacional.

Por isso, recomenda-se que o empreendedor, ao perceber que seu faturamento no ano será maior que R$ 97.200,00, inicie imediatamente o cálculo e o pagamento dos tributos do Simples Nacional.
A empresa será excluída do Simples Nacional e enquadrada no Regime Periódico de Apuração (RPA), podendo optar entre apurar os tributos com base no Lucro Presumido ou Lucro Real.
Entre R$ 47,85 e R$ 52,85, dependendo da atividade
A partir de 4% (comércio) e 6% (serviços).
Depende da atividade e enquadramento da empresa, bem como, possíveis benefícios fiscais. Uma empresa de serviços, por exemplo, paga em média 16,33% em tributos; Já uma empresa de comércio, tem um custo inicial de 32,33%.

RECURSOS HUMANOS

A cada período de 12 meses trabalhados (período aquisitivo), o trabalhador adquiri o direito a 30 dias de férias.
Após o empregado ter trabalhado 12 meses, a empresa terá mais 12 meses para decidir quando dar as férias, chamado período concessivo.
Não. Quem decidirá o período em que você irá sair de férias é a empresa! Isso mesmo! No entanto, a empresa precisa comunicar o empregado pelo menos 30 dias antes para poder se programar.
Sim. Porém somente faltas injustificadas serão descontadas, ou seja, aquelas faltas que não possuem atestados médicos entre outras faltas que são abonadas. Esta tabela mostra a proporcionalidade das faltas e os seus respectivos descontos nas férias de empregado.
A empresa deve fazer o pagamento até 2 dias antes do início das férias.
De acordo com a CLT, o empregado pode vender até 10 dias de suas férias, devendo tirar o restante (20 dias) de descanso
Se o empregador deixar vencer 2 férias do empregado, elas deverão ser pagas em dobro! Devemos nos atentar que apenas o valor será pago em dobro e não o descanso, que permanece sendo de 30 dias.
Sim. A empresa pode mandá-lo embora no contrato de experiência mesmo tendo estabilidade. Acontece que existe uma multa a ser paga pela quebra de contrato que é da metade a remuneração dos dias que faltam para encerrar o contrato. Por exemplo: Um empregado que ganha R$ 1.000,00 e ainda tem 20 dias de estabilidade (experiência) e é mandado embora, terá uma multa indenizatória de 10 dias de salário! Ou seja R$ 333,33 (referente a 10 dias de trabalho)
Após o empregado entregar a Carteira de Trabalho para a empresa, a mesma terá 48 horas para fazer as devidas anotações de registro e devolver ao empregado.
O empregado demitido sem justa causa terá direito à:

- Saldo de salário
- Salário família
- Aviso prévio indenizado (ou trabalhado dependendo do caso)
- Férias vencidas
- Férias proporcionais
- 1/3 das férias
- 13° Salário proporcional
- Média de horas extras, adicional noturno, gratificações etc no aviso prévio, férias e 13°
- Saldo do FGTS com direito a saque
- Multa de 40% sobre o FGTS
O empregado poderá faltar até 2 dias consecutivos em virtude de falecimento de cônjuge (esposa ou esposo), mãe e pai (ascendente), filho (descendente), irmão, irmã ou pessoa que viva sob sua responsabilidade legal declarada em sua carteira de trabalho e previdência social.
A jornada máxima permitida no Brasil é de 220 horas mensais, 44 semanais, 8 diárias. No caso de ultrapassar esse limite, o empregado tem direito a horas extras.
A lei não é totalmente clara sobre esse assunto. Há casos raros em que acordos coletivos com sindicato e empregados garantem a empresa o poder de reduzir salários, porém não é uma prática comum, vedada inclusive pela constituição federal por tratar o salário como fonte de subsistência do empregado.
A estabilidade da gestante ocorre no momento da confirmação da gravidez e se estende em mais 120 dias após o nascimento do bebê. Há casos em que o sindicato da categoria estende este período de estabilidade. Durante este período a empresa não pode demitir a empregada gestante.
Atualmente quem paga o salário maternidade é a empresa e não o INSS como muitas pessoas pensam. Em compensação, o valor do salário maternidade é usado para compensação na guia de INSS da empresa. Lembrando que esta regra é válida apenas para quem trabalha para empresas com CNPJ.
Após a demissão e rescisão, o empregado tem até 2 anos para entrar com recurso na justiça. Após esse período os direitos já estarão prescritos, não podendo ser mais objeto de discussão.

CERTIFICADO DIGITAL

Certificado Digital é um arquivo eletrônico que identifica quem é seu titular, seja ele pessoa física e ou jurídica. É um “Documento Eletrônico de Identidade”, como exemplo, quando se vai realizar uma transação, de forma presencial, costuma-se solicitar um documento que comprove sua identidade, na Internet, como as transações são feitas eletronicamente o Certificado Digital surge como forma de garantir a identidade das partes envolvidas.
e-CPF – Certificado Digital destinado a Pessoa Física, onde uma pessoa, detentora do mesmo, poderá realizar serviços, assinar ou autenticar e-mails de forma digital e ser utilizado na Receita Federal.

e-CNPJ – Certificado Digital específico para Pessoa Jurídica, onde o responsável legal da empresa solicita e só ele poderá realizar serviços, assinar ou autenticar e-mails de forma digital em nome da empresa, através da pessoa do sócio Administrador.
O certificado fica pronto imediatamente após a coleta das digitais, imagem e assinaturas. A coleta é feita em nossa sede com horário marcado.
Existem 2 tipos de certificados digitais:

Certificado A1 – Válido por 1 ano e é um arquivo no computador
Certificado A3 – Válido por 3 anos podendo ser em cartão ou em Token (pen drive)

Nos estados de Minas Gerais e Mato Grosso, é mandatória a utilização dos certificados digitais eCPF tipo A3, tanto para abertura qto para transferência de empresa entre escritórios de contabilidade.

Ficou com dúvidas?
Deixe seus dados que a gente te explica tudo.

RECEBER NOVIDADES